TRANSMISSÃO - Revista Oficial da SPT Nº 1

Nos últimos anos, observou-se um decréscimo generalizado da atividade de doação e colheita de órgãos, tal como da transplantação. Lançar um novo projeto em momentos particularmente difíceis para o nosso País e para a transplantação é um sinal de esperança e de que o caminho pode ser invertido. O recente diagnóstico das principais causas e a correção das importantes falhas detetadas obriga a medidas rápidas e eficazes. A SPT tudo fará para acompanhar e monitorizar estas intervenções e para colaborar na criação de mecanismos que aumentem e otimizem a colheita, permitindo a adequada atividade transplantadora. Apesar de todas as dificuldades atuais, os profissionais  da transplantação estão unidos no desígnio de trabalhar sempre mais e melhor – mas, para tal, necessitam de reconhecimento pelo seu trabalho e condições dignas para o realizar.


Depois do grande sucesso do XI Congresso Luso- brasileiro de transplantes, presidido, em 2012, pelo Prof. Manuel Antunes, damos natural destaque ao XII Congresso, que se realiza no Rio de Janeiro, de 12 a 15 de outubro. O crescente nível da atividade transplantadora no Brasil e a estreita cooperação científica entre a SPT e a Associação Brasileira de Transplantação de Órgãos (Abto) terão, certamente, eco neste Congresso e são realçadas nas entrevistas ao Prof. Medina Pestana e à Dr.ª Susana Sampaio.


Nesta edição, apresentamos ainda os pontos mais importantes do recente congresso da European Society for Organ Transplantation (ESOT), que teve uma importante participação portuguesa. A SPT  tem apostado na divulgação científica da transplantação ao mais amplo leque de profissionais de saúde e, nesse sentido, damos destaque neste número ao 1.º Curso de transplantação dirigido aos colegas de Medicina Geral e Familiar e ao Simpósio sobre Doação, Colheita e Transplantação de Órgãos coorganizado com o Instituto Português do Sangue e da transplantação (IPST) e com a Sociedade Portuguesa de Cuidados Intensivos, em dezembro. Ainda em outubro, estaremos presentes de forma ativa nas II Jornadas do Gabinete Coordenador de Colheita e transplantação do hospital de São José.


Um sinal de esperança no futuro ressalvo ainda o papel desenvolvido junto da sociedade civil e dos profissionais de saúde com as comemorações recentes do Dia do transplante, a 20 de julho, que teve ampla participação de doentes, profissionais e autoridades de saúde e saliento a presença do diretor-geral da Saúde, Dr. Francisco George.  A campanha «Doar um rim faz bem ao coração» foi um marco importantíssimo na promoção da cidadania e teve um dos seus pontos altos nas comemorações do Dia do rim (14 de março), numa cerimónia encerrada pelo secretário de Estado adjunto e da Saúde, Dr. Fernando Leal da Costa, no Museu da Eletricidade, em Lisboa.


Nesta revista, traçamos ainda o perfil daquele que, junto com o Prof. João Pena, foi um dos pioneiros da transplantação em Portugal e continua a ser o grande Exemplo para todas as transplantações – o Prof. Alexandre Linhares Furtado. Destaco também a entrevista ao Prof. Manuel Antunes, que aborda a sua visão sobre a transplantação cardíaca em Portugal; a reportagem no recém-criado IPST e os enormes desafios que enfrenta; e ainda a conclusão, em maio deste ano, do relatório exaustivo sobre as causas de diminuição da transplantação e o subsequente despacho do secretário de Estado adjunto e da Saúde.


Depositamos renovados desejos de que esta nova revista da SPT cumpra o seu objetivo: transMissão!

Transmissão - nº 1